E-Pace da Jaguar será fabricado na Áustria


A Jaguar Land Rover confirma que o seu mais novo modelo da família PACE de SUVs, o compacto E-PACE, será fabricado exclusivamente em dois continentes para atender à demanda que se espera para este produto.

A partir do final de 2017, o Jaguar E-Pace será o primeiro modelo a ser produzido como resultado do acordo entre a Jaguar Land Rover e a Magna Steyr, unidade operacional da Magna Inc., na Áustria. Em 2018, a marca anuncia que este também será o local de produção do elétrico I-Pace.

O Jaguar E-Pace também será manufaturado na unidade de tecnologia avançada de Changshu, na China, entre a Chery e a Jaguar Land Rover. A produção naquele país será para atender exclusivamente à demanda local, quando iniciarem as suas vendas em 2018. Não há previsão de ampliar a produção deste modelo para outras unidades fabris da Jaguar Land Rover.

Projetado e desenhado no Reino Unido, o Jaguar E-Pace é um SUV compacto de cinco lugares que reúne design e desempenho típicos de um esportivo da Jaguar. Ele é SUV de tração integral nas quatro rodas espaçoso, prático e conectado. Este modelo se unirá ao conceito totalmente elétrico I-Pace e ao vencedor de Carro do Ano, o F-Pace, nessa família de utilitários esportivos da Jaguar. Com cerca de 80 mil unidades vendidas desde 2016, o F-PACE é o modelo que vendeu mais rápido na história da Jaguar, o que reforçou a demanda por um SUV compacto da marca.

Veículo é testado  nas mais extremas condições

O Jaguar E-PACE, novo SUV de desempenho da Jaguar, foi submetido a diversos programas de testes, desde o congelante Círculo Ártico, até as areias e o calor de Dubai, para garantir seu desempenho como um SUV dinâmico e divertido de dirigir.

Do exigente circuito de Nürburgring até os desertos do Oriente Médio, o E-Pace se provou nos ambientes mais desafiadores do mundo. Os engenheiros da Jaguar enfrentaram a temperatura de -40ºC do Círculo Ártico e as altas altitudes e rios das províncias mais remotas da China, para garantir que o E-Pace possa suportar uma vida de uso nas mãos dos clientes mais ativos e exigentes.

O novo SUV compacto da Jaguar enfrentará seu teste final em sua estreia mundial, que será exibida no Facebook e no YouTube da Jaguar, na quinta-feira, 13 de julho, às 16h (horário de Brasília).

“Nossa equipe mundial de engenheiros e especialistas em dinâmica estudou meticulosamente para desenvolver um verdadeiro Jaguar. Meses de testes intensos em estradas e trilhas em todo o mundo entregaram um SUV compacto que possui o verdadeiro DNA de desempenho da Jaguar”, disse Graham Wilkings, engenheiro de produtos da Jaguar E-Pace.

 

Ford EcoSport 2018 traz novo motor, airbags e maior conectividade


A Ford apresentou o novo EcoSport 2018 com muitas novidades, entre elas, uma transformação no visual no nível de acabamento externo e interno e traz novas tecnologias de segurança, incluindo sete airbags e controle de estabilidade, sistema de conectividade compatível com Apple Car Play e Android Auto, além de novos motores que acentuam o prazer ao dirigir.

A empresa também anunciou uma promoção especial de financiamento com taxa de 0,99% e a primeira revisão grátis para os clientes que fizerem a reserva antecipada do SUV. Para os proprietários atuais do EcoSport, além da primeira revisão gratuita, o financiamento é com juro zero. O Novo EcoSport chega em agosto ao mercado brasileiro nas versões SE, FreeStyle e Titanium, com transmissão manual ou automática conforme o modelo.

“O Novo EcoSport foi criado para ser uma referência no segmento de utilitários esportivos tanto no nível de conteúdo como nos preços de aquisição, manutenção, peças e seguro”,  afirma Natan Vieira, vice-presidente de Marketing, Vendas e Serviços da Ford.

Versões e equipamentos

O Novo EcoSport 2018 oferece três versões: 1.5 SE e 1.5 FreeStyle, ambas com a opção de transmissão manual ou automática, e a 2.0 Titanium automática. A versão SE vem com sete airbags, controle de estabilidade e tração e sensor de pressão dos pneus,  além do sensor de estacionamento traseiro e rodas de liga leve de 15″.

A versão FreeStyle com tela de oito polegadas, câmera de ré, ar-condicionado automático e digital, faróis com luzes diurnas de led, tela multifuncional de 4,2″, bancos revestidos em tecido e couro e rodas de liga leve de 16″.

A versão Titanium traz ainda teto solar elétrico, sensor de ponto cego com alerta de tráfego cruzado, acesso inteligente capacitivo, sistema de partida sem chave, faróis de xênon, Sony Premium com nove alto-falantes, bancos de couro e rodas de liga leve.

Tecnologia integrada

O Novo EcoSport traz a disponibilidade de diversas tecnologias embarcadas para a segurança e prazer de dirigir. Ele introduz um conjunto de equipamentos exclusivos, como controle de estabilidade com novo sistema anticapotamento, monitoramento de pressão dos pneus e grade frontal com controle ativo. Destaque também para os sete airbags e sistema multimídia com tela capacitiva, todos itens de série.

A versão Titanium tem novo teto solar elétrico, faróis de xênon com luz diurna de LED e acendimento automático, alerta de ponto cego, acesso ao veículo sem chave com reconhecimento capacitivo, partida por botão, ar-condicionado automático digital, computador de bordo com tela de 4,2″ no painel, câmera de ré, porta-malas com sistema inteligente de bagagem, sensor de chuva e som premium da Sony com nove alto-falantes.

O porta-malas possui grande flexibilidade. Tem um sistema de assoalho inteligente com três configurações que permite formar uma plataforma plana com o banco traseiro rebatido e ampliar o espaço de bagagem para 1.178 litros.

 

 

Versões do Range Rover Velar devem chegar em novembro ao Brasil


O Range Rover Velar, mais novo veículo apresentado pela Land Rover, está confirmado para chegar ao mercado brasileiro a partir de novembro. Desde o mês de maio, os clientes brasileiros já podem fazer suas reservas junto à rede de concessionárias de todo o país.

As primeiras versões a pronta entrega que desembarcarão no mercado brasileiro são equipadas com motor 3.0 V6 Supercharged de 380 cavalos, a gasolina, cujos preços iniciais partem de R$383.100 (R-Dynamic S), R$405.400 (R-Dynamic SE), R$445.500 (R-Dynamic HSE) e R$513.900 (First Edition, limitada no Brasil a 20 unidades).

Futuramente, os clientes também poderão contar com outras duas opções de motores: 2.0 Ingenium a gasolina de 250 cavalos e as abastecidas com o Ingenium a diesel de 180.

Esta será a primeira vez que a Land Rover abre totalmente a personalização de um modelo. O Range Rover Velar estará disponível com uma série de versões e pacotes que variam a partir do motor escolhido pelo cliente. Cada versão terá preços configuráveis graças a itens de série distintos para atender aos mais variados perfis de clientes, portanto com diferentes prazos de entrega a partir do pedido.

Produzido na unidade industrial de Solihull, no Reino Unido, o modelo é o quarto membro da família Range Rover e chega para ficar posicionado entre o Range Rover Evoque e o Range Rover Sport.

O Range Rover Velar estará disponível no mercado brasileiro acompanhado do já conhecido sistema de transmissão ZF de oito velocidades, com opção para trocas sequenciais no volante.

Opões de Motores

As primeiras unidades do Range Rover Velar a serem comercializadas no Brasil serão equipadas com o potente motor V6 Supercharged de 380 cv, que leva o Range Rover Velar da imobilidade aos 100 km/h em 5,7 segundos e aos 250 km/h de velocidade máxima, limitada eletronicamente.

O modelo futuramente também oferecerá opção com o motor Ingenium de 2.0 litros a gasolina, o Velar desenvolve 250 cv de potência, com 217 km/h de velocidade máxima. O motor é o mais novo membro da família Ingenium, produzido pela Jaguar Land Rover no Reino Unido.

Há também uma  futura opção a diesel, pois o modelo contará com o motor Ingenium de 2.0 litros Turbo de 180 cv, que desenvolve 430 Nm de torque a 1.500 rotações, força suficiente para retomadas rápidas de velocidade ou mesmo para transpor os mais desafiadores obstáculos fora de estrada, como um legítimo Land Rover.

 

Volkswagen utiliza estratégia MQB para deixar os processos de produção e economia mais eficiente


A Estratégia Modular MQB vai revolucionar o segmento de compactos premium no mercado brasileiro. Como fabricante global de automóveis, a Volkswagen trabalha para tornar seus carros e processos de produção mais econômicos e eficientes.

No Brasil, a Volkswagen está implementando agora a Estratégia Modular MQB na Fábrica Anchieta, em São Bernardo do Campo (SP), para modelos compactos. Essa base vai dar origem inicialmente a quatro modelos completamente novos, que serão comercializados no mercado latino-americano nos próximos anos. Entre eles, o Novo Polo e o Virtus, um sedã desenvolvido com foco no mercado latino-americano e que será também produzido na Fábrica Anchieta.

“Os veículos baseados na Estratégia Modular MQB proporcionam o que há de mais moderno em termos de design, inovação, alta performance e segurança”, afirma Dr. Markus Kleimann, vice-presidente de Desenvolvimento do Produto da Volkswagen do Brasil. “O Novo Polo está sendo desenvolvido pela Engenharia do Brasil e da Alemanha e vai elevar o patamar no segmento de compactos, oferecendo recursos tecnológicos oferecidos em modelos de segmentos superiores, como Golf e Passat”, conclui Dr. Kleimann.

Conceito MQB – Veículo

A Estratégia Modular MQB tem como base quatro principais módulos padronizados como Elétrica/eletrônica;  Chassi,  Carroceria, Ar-condicionado, banco e airbags.

Na prática, as vantagens proporcionadas pela Estratégia Modular MQB são grandes e inclusive contribuem para que se atinjam as metas de redução de CO2.

Os efeitos positivos da Estratégia Modular MQB nas proporções do carro e em seu design são enormes, permitindo que se obtenha a chamada “atitude” (postura do carro) mais larga e baixa, com design de linhas de caráter mais nítidas e fortes.

A Estratégia Modular MQB é dividida em cinco principais seções, considerando que o um dos mais importantes para a implementação do conceito de componentes modulares são as suas dimensões de engenharia uniforme  como, por exemplo, a distância entre os pedais do veículo (acelerador, freio) e o centro da roda dianteira. Mas é igualmente importante oferecer parâmetros variáveis. Entre eles, a distância entre eixos, as bitolas e os tamanhos das rodas, de forma a permitir que diferentes arquiteturas de veículos possam ser implementadas a partir de um conjunto de componentes.

 

Toyota lança linha de acessórios para o Corolla 2018


A Toyota lança no mercado brasileiro uma linha de acessórios exclusiva para o Corolla 2018. Para o modelo, líder no segmento de sedãs médios no País, a marca posiciona uma gama com mais de 40 produtos genuínos, desenvolvidos e produzidos sob o padrão Toyota de qualidade e segurança.

Os acessórios genuínos para o Toyota Corolla complementam o nível de sofisticação e elegância de seu design, além de oferecer ainda mais conforto e segurança aos proprietários na utilização diária do veículo. A gama completa para as versões 2018 do sedã está disponível nas 236 concessionárias da marca no mercado nacional. Toda linha vem com 12 meses de garantia, sem limites de quilometragem.

A Toyota possui uma linha de acessórios composta por mais de 150 itens, que atendem aos mais variados gostos e necessidades, com aplicação para todo o seu portfólio, desde o Etios hatch e sedã até o SUV médio SW4.

Nissan segue acelerando no Brasil e inicia segundo turno no Complexo Industrial de Resende


O presidente da Nissan do Brasil, Marco Silva, inaugurou oficialmente o segundo turno de produção do Complexo Industrial de Resende. Durante sua visita à fábrica, Marco fez questão de cumprimentar os 600 novos funcionários. O novo turno de operação da unidade industrial foi implementado para absorver a demanda nacional pelo Nissan Kicks, crossover global da marca, que passou a ser produzido no Sul Fluminense em abril deste ano.

“É um momento importante para a Nissan, no qual, além de reforçarmos nosso compromisso com o Brasil, por meio da produção do Kicks nacional, mostramos que a companhia está num momento de expansão, investindo no país e gerando empregos”, afirma Marco Silva, presidente da Nissan do Brasil.

A produção do Nissan Kicks no Complexo Industrial de Resende faz parte de um investimento de R$ 750 milhões. A nova força de trabalho foi incorporada à planta de forma gradativa, para que toda a equipe pudesse ser treinada e desenvolvida dentro dos padrões globais de qualidade da Nissan.