12

JUL

Volkswagen confirma a produção do Novo Polo na unidade Anchieta

Primeira operação da Volkswagen do Brasil fora da Alemanha, a unidade Anchieta será a base de produção do Novo Polo. O modelo global é a principal novidade da Volkswagen do Brasil em 2017 e trará para a fábrica de São Bernardo do Campo algumas das tecnologias mais modernas do Grupo Volkswagen em todo o mundo, como parte do cronograma de investimentos da empresa no Brasil, até 2020, da ordem de R$ 7 bilhões.

Com a chegada do Novo Polo, a fábrica Anchieta torna sua produção ainda mais tecnológica e dá mais um passo em direção à implementação de conceitos de Indústria 4.0, que cria fábricas inteligentes, conectadas e flexíveis.

Com mais de 14 milhões de unidades vendidas em todo o mundo ao longo de sua história, o Polo é um dos carros compactos de maior sucesso no mundo. O best-seller vai ganhar uma geração completamente nova, que acaba de ser apresentada na Europa, e será produzida e comercializada no mercado brasileiro no segundo semestre deste ano.

Chamado por alguns de “mini-Golf”, o Novo Polo oferecerá o que há de mais moderno em termos de design, inovação, alta performance e segurança no segmento de compactos premium.

O Novo Polo vai elevar o patamar de recursos de tecnologia e segurança em seu segmento, como um modelo best in class, oferecendo recursos até então disponíveis apenas em veículos de classes superiores, como o Volkswagen Golf.

MQB

O Novo Polo, assim como o Golf em São José dos Pinhais (PR), é fabricado dentro do mais moderno conceito do Grupo Volkswagen, a estratégia modular MQB (Matriz Modular Transversal), que é uma nova arquitetura para a produção de veículos, já aplicada em modelos globais como o Passat e o Golf Variant. O Novo Polo estreia a nova plataforma MQB para veículos compactos da Volkswagen.

O conceito consiste na padronização do processo de manufatura nas fábricas do Grupo, estabelecendo, por exemplo, a mesma sequência de montagem e proporcionando como grande vantagem a redução do tempo de produção dos veículos. Essa base foi desenvolvida seguindo preceitos de baixo peso, utilizando aços de alta resistência que permitem aumentar a segurança e reduzir o peso total do veículo, o que colabora para a redução do consumo de combustível.