11

JUL

Renault Duster SCE ganha novo câmbio X-Tronic CVT

Reconhecido por sua força, robustez e versatilidade para qualquer terreno e necessidade, o Renault Duster ganha a opção do câmbio X-Tronic CVT, que proporciona ainda mais conforto aliado a economia de combustível. Além da nova transmissão, o SUV passa a ser equipado em todas as versões 1.6 SCe X-Tronic com controle de tração, controle de estabilidade e assistente de partida em rampa.

O Duster equipado com a transmissão X-Tronic CVT, amplamente utilizada pela Aliança Renault-Nissan em todo o mundo, beneficia os passageiros com um rodar ainda mais suave e silencioso em velocidade de cruzeiro. Além disso, o motor pode ser mantido em rotação constante, auxiliando no menor consumo de combustível.

Com essa nova opção de transmissão, o Duster passa a ser o SUV com a gama mais completa do segmento. São duas opções de motorização (1.6 e 2.0), três opções de câmbio (manual, CVT e automático) e duas opções de tração (4×2 e 4×4), disponibilizando sempre uma versão ideal para cada necessidade. Além de ser um veículo muito bem equipado com destaque para: direção eletro-hidráulica, sistema ESM (Energy Smart Management – sistema de regeneração de energia, tecnologia das pistas para as ruas inspirada na Fórmula 1), Eco-mode (reduz o consumo de combustível em até 10%) , maior porta-malas da categoria com 475 litros, 210 mm de altura do solo, excelentes ângulos de entrada e saída, MediaNav com tela touchscreen de 7” com navegação GPS e rodas de liga leve aro 16”.

O Duster se destaca em qualquer terreno e situação. Na cidade, para quem busca espaço interno, conforto e modernidade, há as versões equipadas com o novo câmbio X-Tronix CVT e o novo motor 1.6 SCe de 120 cv. Já para quem busca mais potência e desempenho, a versão 2.0 16V automática de 148 cv é ideal. E para quem é apaixonado por aventuras off-road, a combinação 2.0 16V 4×4 com a primeira marcha reduzida é a melhor opção.
O câmbio X-TRONIC CVT proporciona o máximo conforto, especialmente para grandes centros urbanos, garantindo também economia de combustível. Um de seus diferenciais é um software de gerenciamento que dá a opção ao condutor de reproduzir seis marchas virtualmente. A transmissão X-Tronic CVT oferece, em todas as versões, a possibilidade de troca manual na alavanca de câmbio. Ao motorista, cabe posicionar a manopla à esquerda para assumir o controle. A opção traz vantagem em performance, especialmente nas ultrapassagens e arrancadas.