15

MAI

Laboratório de engenharia virtual da Volkswagen trabalha para desenvolver carro do futuro


O laboratório de Engenharia Virtual da Volkswagen em Wolfsburg, na Alemanha, conta com vinte e quatro telas que pulsam algumas mostrando imagens e outras exibindo centenas de linhas de programação em código. No centro da sala, há um modelo em escala 1:4 de um Golf. Frank Ostermann examina o modelo, troca as rodas, substitui as lanternas traseiras e modifica os espelhos externos. Para mudar o design, Ostermann utiliza comandos por voz e por gestos. Tudo é feito numa questão de segundos. A realidade aumentada possibilita essa facilidade. O software necessário para isso foi desenvolvido no Laboratório de Engenharia Virtual e os resultados obtidos por sua equipe podem revolucionar o trabalho dos engenheiros e designers.

Ostermann está usando óculos de realidade mista “HoloLens”. O computador móvel desenvolvido pela Microsoft projeta conteúdo virtual sobre um objeto físico através de controle por gestos e comandos por voz. Ele precisa apenas apontar o dedo e a HoloLens projeta uma pintura de cor diferente sobre o Golf, instala outras rodas e modifica os para-choques. Inicialmente, o Golf é um modelo R-Line, mas logo torna-se uma versão inteiramente nova. Esse modelo poderia, eventualmente, chegar às concessionárias em um prazo de seis meses.

“Nós já estamos usando a realidade aumentada e a realidade virtual na Volkswagen faz tempo, principalmente para obter uma visão tridimensional”, explica Ostermann. “Agora estamos dando um grande passo à frente no Laboratório de Engenharia Virtual. Estamos transformando essa tecnologia em uma ferramenta para o Desenvolvimento Técnico. Isto permitirá que os engenheiros da Volkswagen trabalhem em um veículo virtual, que modifiquem seu equipamento à vontade e até mesmo projetem novos componentes virtualmente. Eles poderão ver imediatamente o resultado de seu trabalho.”

A HoloLens não apenas projeta cada mudança de design ou equipamento diretamente sobre o modelo físico. Ela também permite que várias equipes de projeto trabalhem ao mesmo tempo a partir de diferentes lugares, como por exemplo Wolfsburg, Chattanooga e Xangai. Todos os envolvidos têm acesso ao design atual do modelo em vista e o retrabalho demorado em um modelo em argila, por exemplo, poderá tornar-se coisa do passado.

“As equipes podem acompanhar e comparar diretamente as menores mudanças feitas no modelo e tomar decisões rapidamente. Isto significa que podem atingir seus objetivos com maior velocidade”, explica Ostermann.

Atualmente, o software HoloLens continua em fase de experimentação. No futuro, ele poderá permitir, por exemplo, que os usuários acessem todo o portfólio de modelos da marca Volkswagen e apresentem diferentes versões de carroceria de um modelo em todas as variações concebíveis.

5 NOTÍCIAS MAIS LIDAS

1. Camaro Fifty chega ao Brasil no Salão do Automóvel em novembro

A nova geração do Camaro foi lançada em 2015 nos Estados Unidos. Chamada de Ca

2. Nova geração do BMW X1 começa a ser fabricada no Brasil

O BMW Group Brasil deu início à produção do novo BMW X1 em território brasilei

3. Van do futuro totalmente conectada é a nova aposta da Mercedes-Benz

A Mercedes-Benz Vans apresenta ao mercado a Vision Van, um estudo de veículo c

4. Seminovo Lamborghini Sesto Elemento está à venda por R$ 9,3 milhões

Uma das edições que mais angariou fãs pelo mundo, a Lamborghini Sesto, fabrica

5. Ford cria projeto experimental de carro com sistema que produz água potável...

A Ford apresentou um projeto experimental através de seus dois engenheiros, Do



Logotipo site FarolAutos Banner Footer Home
Imagem portal issuu