04

MAI

Mercedes-Benz Coupé Classe C 180 é inovador no design, estrutura e motores

O Mercedes Benz- Coupé Classe C chegou ao mercado em quatro versões no mês de agosto de 2016. As versões que já estavam disponíveis no Brasil era o C250 Sport, com o motor 2.0 Turbo. Já a Classe C 180,é disponível em duas versões, a primeira é o Avantgarde, e a outra, o Exclusive.

O novo Classe C traz um design sensual, bem definido e um amplo conjunto de inovações técnicas, assim como um abrangente leque de equipamentos de série e índices exemplares de emissões e consumo de combustível. Tudo isso se une para enriquecer a percepção de valor do automóvel e proporcionar grande economia.

O sedã ganhou dimensões maiores, com um aumento de 80 milímetros na distância entre-eixos (2.840 mm) em relação ao modelo anterior, 95 milímetros mais longo (4.686 mm) e 40 milímetros mais largo (1.810 mm). A consequência é um interior ainda mais espaçoso, principalmente para os passageiros da parte de trás do veículo, e um porta-malas com 480 litros de capacidade.

Interior de alta classe

Os designers da Mercedes-Benz criaram para o novo Classe C um interior com cuidadosa seleção de materiais de alta classe e toque agradável, assim como a precisão dos detalhes finamente manufaturados. O interior se integra à nova linguagem de design, que combina com perfeição sensualidade e esportividade, contribuindo para a excepcional sensação de qualidade do habitáculo.

O motorista e o passageiro da frente desfrutam de um ambiente com amplo espaço e alto luxo, com estilo moderno. Acomodar-se no assento do novo Classe C provoca um sentimento de elevação semelhante a um upgrade da classe econômica para a executiva em um avião.

O design interior demonstra uma nova e audaciosa atitude por parte da Mercedes-Benz. Os designers combinaram a arquitetura dos modelos esportivos da marca com um console central totalmente novo, apresentando linhas fluídas e esportivas. Um grande painel em uma única peça do console central se estende elegantemente das entradas de ar centrais até o apoio de braços, criando uma maior sensação de espaço.

Aerodinâmica avançada e silêncio ao rodar

Um baixo arrasto aerodinâmico é crucial para chegar a uma eficiência acima dos padrões normais. O arrasto é um parâmetro extremamente importante no esforço para reduzir o consumo de combustível e as emissões de CO2. O ruído causado pelo vento, que já era muito baixo na geração anterior do Classe C, foi reduzido ainda mais.

Os engenheiros também devotaram profunda atenção a outras fontes potenciais de ruído que possam ter efeitos adversos no bem-estar e concentração do motorista e passageiros, mesmo quando eles não consigam perceber seus efeitos de forma consciente. O termo usado para avaliação desses fatores é NVH (noise, vibration, harshness – ruído, vibração e aspereza). Os especialistas conseguiram reduzir o ruído do ventilador interno, dos vidros elétricos, das funções de ajuste dos bancos e muitos outros sons gerados na atuação e operação dos sistemas do automóvel. Em função disso, o novo Classe C é referência nesse ponto em seu segmento.