Harley-Davidson alerta para os cuidados com o sistema elétrico das motocicletas


O sistema elétrico das motocicletas Harley-Davidson é um quesito importante para o funcionamento do motor, e muitas vezes não recebe a atenção necessária, podendo causar transtornos na hora de pegar estrada, principalmente quando a inteção é viajar em períodos mais longos. Por conta disso, a Harley-Davidson do Brasil dá algumas recomendações importantes para que sejam tomados os cuidados básicos com o uso da bateria, e que interferem no correto funcionamento do sistema elétrico das motos.

A bateria de uma motocicleta Harley-Davidson tem a função principal de sustentar o acionamento do sistema de partida, ou seja, o motor de partida. Portanto, ela não é a principal fornecedora de energia para o sistema eletro-eletrônico das motos, e sim o alternador que é responsável por alimentar não apenas a própria bateria, mas os outros itens que demandam eletricidade na motocicleta. Porém, quando a moto estiver com o motor desligado, é a bateria que supre a demanda de energia.

Ainda assim, muitos modelos contam com diversos componentes eletro-eletrônicos de navegação, segurança e entretenimento que podem utilizar a carga de energia acumulada na bateria das motocicletas, como o sistema de som que equipa as motocicletas da família Touring e os dois modelos CVO™, além da tela touchscreen com navegador GPS integrado.

Quanto maior a quantidade de componentes eletro-eletrônicos instalados na motocicleta, maior é a demanda de carga necessária a ser suprida pelo sistema. Essa condição se intensifica quando a moto possui muitos acessórios instalados e, para isso, é fundamental que seja realizado um teste de “consumo total de corrente” e um teste de “saída total de corrente”, de modo a obter o correto balanceamento entre a demanda de carga e a disponibilidade por parte do sistema. Por conta disso, é preciso ter atenção redobrada para evitar sustos e surpresas indesejadas durante o percurso nas estradas.

A H-DB oferece cinco dicas fundamentais referentes aos cuidados com a motocicleta e adoção de hábitos no dia a dia que garantem uma vida útil mais longa da bateria de seus modelos, e o correto funcionamento do sistema eletro-eletrônico.

1. Desligar corretamente a motocicleta
Muitas vezes, os modelos Harley-Davidson não são desligados corretamente, seguindo um processo que garante o consumo mínimo de energia da bateria. Por isso, é importante prestar atenção se o interruptor de ignição e o interruptor de parada do motor (se a motocicleta contar com ambos) estão na função “desativado”, pois cada um deles alimenta uma série de componentes diferentes de uma motocicleta e quando não desligados da forma correta, o piloto pode ter dificuldades ao ligar a moto, não conseguindo sequer dar a partida.

2. Evitar longos períodos de inatividade
Seja qual for o motivo, pode acontecer da motocicleta ter que ficar um período maior que o comum em inatividade. E, ainda assim, a bateria conectada terá sua carga consumida por itens como o módulo, sistema de infotainment e sistema de segurança, por exemplo. A Harley-Davidson recomenda que as motocicletas sejam ligadas ocasionalmente, para garantir que todos os sistemas funcionem corretamente. Uma bateria está com 100% da sua carga quando a tensão medida está em 12,7 V. Ao cair para 12,5 V, podemos considerar que ela opera com apenas 50% da energia estocada, ou seja, motocicletas que permanecem paradas por um grande tempo têm grande risco de ter reduzida a vida útil da bateria. Caso seja necessário que a moto fique longos períodos em inatividade, é recomendado que os cabos ou terminais da bateria sejam desco nectados do sistema, a fim de garantir que sua carga não acabe.

É importante lembrar que a inatividade de uma motocicleta por longos períodos não caracterizada como uma condição para acionamento de garantia em caso de problemas com a bateria. A Harley-Davidson utiliza como referência um valor mínimo de 3 mil km/ano para assegurar que a moto não permaneceu inativa.

3. Ouvir música com a motocicleta desligada
Possuir uma Harley-Davidson com sistema de som é com certeza um diferencial desejado por muitos clientes, afinal, uma boa trilha sonora pode fazer toda a diferença durante uma viagem. Quem possui um modelo da família Touring ou CVO™ que vem de fábrica com o rádio Boom!™ Box 6.5GT, que possui 75 watts por canal, ou então instalou o acessório original Harley-Davidson em alguma motocicleta de outra família, com certeza tem um sistema de áudio de dar inveja a muitas casas de shows. Só que utilizar as caixas de som enquanto a motocicleta está desligada e o alternador não está carregando, a bateria pode fazer com que a dor de cabeça comece antes mesmo da viagem.

4. Dias frios
Em dias em que a temperatura está abaixo do comum, a necessidade de ter uma bateria com boa carga também é maior. Isso acontece pois o óleo do motor tende a ficar mais denso em baixas temperaturas e circulará com mais dificuldade pelo motor, principalmente quando ele estiver frio. Com isso, o tempo de ignição pode ser maior, o que demandará uma carga de energia elétrica mais alta pela bateria.

5. Problemas na partida
Se a motocicleta costuma apresentar constantemente problemas durante a partida do motor, a Harley-Davidson do Brasil recomenda a ida à concessionária autorizada mais próxima para uma verificação e diagnóstico. A bateria é um componente essencial da partida e pode ser determinante para a moto ligar.

A Harley-Davidson do Brasil visa oferecer sempre aos seus clientes e entusiastas o melhor customer experience para que qualquer passeio com uma motocicleta H-D traga lembranças memoráveis e experiências inesquecíveis, sempre em segurança. Afinal de contas, estar em uma Harley-Davidson não é apenas ter uma motocicleta, mas viver o estilo de vida único da marca.

DADOS TÉCNICOS – BATERIAS
Todas as motocicletas Harley-Davidson utilizam baterias do tipo AGM (Fibra de Vidro Absorvente). Esse tipo de bateria possui separadores de microfibra de vidro altamente porosos e com baixa resistência elétrica mantido entre as placas, de forma a garantir que o eletrólito por ele absorvido esteja em contato com a superfície das placas.

A Harley-Davidson Motor Company utiliza o aparelho Midtronics® GRX 3110 como principal ferramenta para testes e diagnósticos de baterias de toda linha de motocicletas da marca. Este aparelho foi desenvolvido em conjunto com a engenharia da HDMC para assegurar total confiabilidade na execução dos procedimentos de diagnóstico, assim como servir de referência para os processos que envolvem a garantia das baterias.

Honda revela o Civic Si nas versões cupê e sedã


O eletrizante e dinâmico Honda cupê de duas portas e o acolhedor sedã de quatro portas, possui duas variantes esportivas desenvolvidas para os entusiastas do dia a dia. O novo Civic Si nas versões sedã e cupê terão as vendas iniciadas nos Estados Unidos no próximo mês.

No Civic Si, há o motor 1.5 turbo de alta performance além de injeção direta, duplo comando de válvulas variáveis no cabeçote e quatro cilindros. Combinado com uma transmissão manual de seis velocidades, com engates curtos, esse conjunto proporciona uma nova experiência de direção, com torque abundante durante toda a faixa de rotação do motor.

Em complemento aos amortecedores adaptativos, à suspensão recebeu molas mais firmes, barras estabilizadoras mais rígidas (30% a mais na dianteira e 60% a mais na traseira), buchas sólidas na dianteira e traseira, além de braços de controle ultra rígidos na dianteira, oriundos do Civic Type R.

Design e estilo esportivo

Para ampliar o quociente esportivo do Civic, os modelos Si trazem uma dianteira agressiva com friso frontal preto e largas tomadas de ar. Rodas de liga leve de 18 polegadas com dez raios e acabamento exclusivo em dois tons, usam pneus de 235 mm, largos, de perfil baixo, além de escapamento central com formato poligonal e acabamento cromado. Na traseira, o sedã traz defletores de ar e aerofólio na tampa, com luz de freio em led. O cupê mantém a assinatura de design do modelo.

O interior do Civic Si traz exclusivos e envolventes bancos dianteiros esportivos, com costuras vermelhas e logotipos da versão. A costura vermelha dos bancos é replicada nas portas, volante e na coifa do câmbio, com alavanca em alumínio.

Segurança

O Civic Si foi desenvolvido para proporcionar alto nível de segurança em diversos cenários. Isso é possível graças a sua visibilidade ampla, direção precisa, estável e previsível, além da alta performance dos freios. O sistema ABS, com distribuição eletrônica de frenagem, o VSA (controle de tração e estabilidade), além do exclusivo Agile Handling Assist garantem dirigibilidade máxima em diversas situações. O Civic Si alcançou o melhor resultado nos testes de colisão, com cinco estrelas.
Conforto interno, conveniência e conectividade
O novo Civic Si traz alto conforto e equipamentos de conveniência, vindos de outras versões do Civic, que incluem freio de estacionamento eletrônico, travamento das portas por distância, ar condicionado digital de duas zonas e sensor de chuva.

Para as necessidades modernas de conectividade, o novo Civic Si também traz um sistema multimídia de sete polegadas sensível ao toque, que controla todas as funções de áudio e é integrada aos sistemas Apple CarPlay e Android Auto, proporcionando uma conexão fácil do smartphone ao automóvel. Todas as versões do Si trazem ainda sistema de áudio de 450 watts, com 10 alto falantes.

Porsche e Audi juntam forças para a arquitetura compartilhada de veículos


A luz verde foi dada para a arquitetura de um veículo compartilhado entre Oliver Blume e Rupert Stadler, sendo um do Conselho de Administração da Porsche, e outro da Audi, com planos para cooperar ainda mais de perto. O objetivo da nova iniciativa é moldar a mobilidade do futuro em conjunto. Através da aplicação efetiva das capacidades de desenvolvimento, será criado um espaço adicional para os temas de eletrificação, digitalização e condução autónoma. Isso aumentará a competitividade para que as duas empresas possam aproveitar otimamente as oportunidades para futuras gerações de modelos e enfrentar melhor os desafios.

“Juntos, vamos avançar mais rapidamente na corrida pela mobilidade do futuro. Vamos utilizar a experiência de ambas as empresas e tirar proveito das energias “, disse Oliver Blume, Presidente do Conselho de Administração da Porsche AG. “Vamos cooperar onde quer que faça sentido. Mas também teremos o cuidado de manter a diferenciação entre as nossas marcas. Um Porsche é sempre um Porsche, e que permanecerá assim no futuro.

“Os melhores cérebros de ambas as empresas juntos definirão o curso técnico para o futuro”, afirmou Rupert Stadler, Presidente do Conselho de Administração da Audi AG. “Estamos unidos por muitos valores compartilhados, sobretudo, pela busca das melhores soluções e das melhores ofertas para nossos clientes”.

A colaboração no Grupo Volkswagen não é novidade. Audi, VW e Porsche trabalharam juntos com sucesso por muitos anos na área de SUVs, e com a cooperação de desenvolvimento nova, Porsche e Audi estão se posicionando para a próxima década. Nos próximos meses, as equipes conjuntas prepararão as áreas específicas de cooperação e definirão o roteiro até 2025. O foco está no desenvolvimento conjunto de arquiteturas, módulos e componentes de veículos partilhados. O trabalho do projeto terá lugar em várias áreas, cada uma das quais será coordenada conjuntamente por um representante de cada marca.

Campanha do Volkswagen novo up! convida público a rever conceitos sobre carros compactos


A nova campanha instiga as pessoas a rever velhos conceitos sobre carros compactos por meio da hashtag #desache. A campanha traz a assinatura “Chegou o novo up!. Um carro que vai fazer você ‘desachar’ muita coisa. Novo up! feito de novas ideias”.

Além de mostrar que o Up é mais econômico, destaca o maior espaço, conforto, desempenho e tecnologia. Apesar de parecer compacto por fora, o novo up! oferece a experiência de se estar em um modelo com desempenho e tecnologia superior até mesmo aos automóveis de custo elevado. Segundo o gerente executivo de Marketing Comunicação da Volkswagen do Brasil, Leandro Ramiro: “É uma experiência muito mais em sintonia com os valores e o comportamento do público contemporâneo, mais aberto a rever convenções e posicionamentos que vão desde as relações familiares a mobilidade urbana”, disse.

A hashtag #desache, que divulga o conceito da campanha, vem sendo promovida em teasers desde o começo de abril, sem mencionar o novo up!. O filme de um minuto “Desache”, revela o modelo e apresenta as evoluções do novo up!, realizando um paralelo entre a novidade da Volkswagen com as rupturas de pensamento que vêm transformando o mundo, além de mostrar que é possível, sim, um automóvel entregar todas as funcionalidades que o novo up! reúne.

Mais conectado, tecnológico e esportivo: com novo design, novo painel e sistema de som. O modelo que revolucionou o conceito de segurança e eficiência energética no Brasil chega à linha 2018 para surpreender novamente. Moderno e conectado, o novo up! passa a contar com a nova linguagem global de estilo da Volkswagen, jovial e esportiva, além de trazer tecnologias e equipamentos inéditos no segmento.

O up!, que começa a chegar às concessionárias Volkswagen ainda este mês, passa a trazer novidades funcionais, especialmente quando o assunto é tecnologia. Faróis de neblina com luz de conversão estática (cornering light), sensores de chuva e de luminosidade (crepuscular) e suporte para celular estão entre os recursos exclusivos do novo up! na categoria. E mais: o aplicativo exclusivo “maps + more” desenvolvido pela Volkswagen possibilita monitorar as principais funções do veículo por meio do smartphone.

Nissan Rogue Trail Warrior Project: pronto para a aventura radical


A natureza ensina que esconder-se pode, na maior parte das vezes, ser a melhor defesa para uma espécie em perigo. No caso do novo Nissan Rogue Warrior Trail Project, no entanto, a camuflagem provavelmente não será suficiente para lhe esconder no estande da Nissan do Salão de Nova Iorque 2017. O veículo especial é apenas um dos projetos preparados pela Nissan para o crossover Rogue para a mostra nova iorquina.

Duas características dominam a aparência do Rogue Trail Warrior: o tratamento dado ao design exterior, com uma camuflagem personalizada no estilo militar com tons amarelos, e as “rodas esteiras” para trilhas de areia e neve.

As esteiras da American Track Truck têm 122 cm de comprimento, 76 cm de altura e 38 cm de largura, e substituem as rodas regulares e os pneus do Nissan Rogue. As suspensões e as caixas de roda foram modificadas para acomodar o sistema. O motor 2.5 16V e a transmissão de Xtronic CVT são os mesmos do carro de produção regular. Completam a lista de equipamentos de aventura do Nissan Rogue Trail Warrior os faróis coloridos, a grade frontal personalizada, luzes LED, um guincho “Warn 4K”, entre outros itens.

“Este novo Rogue Trail Warrior leva as aventuras da família em trilhas de neve ou areia a uma nova dimensão”, diz Michael Bunce, vice-presidente de Planejamento de Produtos da Nissan North America, Inc. “Se você quiser destacar-se na multidão durante um dia nas encostas ou na praia, este é o seu veículo.”
Após três anos consecutivos de crescimento das vendas desde o lançamento da sua segunda geração completamente redesenhada, em 2014, o Nissan Rogue dá outro grande passo com um novo visual, melhorias e um conjunto expandido de tecnologias, como o Nissan Safety Shield. A linha está sendo expandida com um conjunto híbrido gasolina-elétrico, oferecido pela primeira vez na história do crossover. Atualmente o Rogue é o veículo mais vendido da Nissan.

Jaguar apresenta F-TYPE com novo motor Ingenium Turbo de 2.0 litros e quatro cilindros


O mais esportivo veículo da Jaguar, passa a contar com o novo motor Ingenium Turbo de 4 cilindros, além de 2 litros e 300 cv de potência. O propulsor é mais uma opção para a linha de veículos F-TYPE, que já conta com duas opções de motores 3.0 V6 Supercharged – uma com 340 e outra com 380 cv, além da versão 5.0 V8 Supercharged com 550 e 575 cv, esta última na versão SVR.

O novo motor Ingenium desenvolve 400Nm de torque e leva o modelo da imobilidade aos 100 km/h em apenas 5,6 segundos e à velocidade máxima de 250 km/h. Mais leve, o propulsor permite uma economia de 52 kg no peso total do modelo, em comparação com a versão equipada com motor 3.0 V6 de 340 cv.
Com uma proposta totalmente focada na esportividade e agilidade, o F-TYPE 2.0 de quatro cilindros conta com sistema de transmissão automática de oito velocidades. O câmbio oferece respostas extremamente rápidas aos comandos do motorista e reforça o aspecto esportivo do modelo.

O novo motor Ingenium também é mais econômico em relação aos demais da linha F-TYPE. Se comparado à versão com propulsor 3.0 V6 de 340 cv, a economia de combustível é de cerca de 16%.
Para Ian Hoban, diretor do Jaguar F-TYPE, “a chegada do nosso avançado motor de quatro cilindros para o F-TYPE criou um modelo com suas próprias características. O desempenho proveniente de um motor com essas dimensões é notável, ao mesmo tempo em que conseguimos melhoras os níveis de consumo de combustível, que tornam a experiência do F-TYPE mais acessível do que nunca”.

O novo motor Ingenium é o mais potente quatro cilindros já produzido na história da Jaguar para um veículo de produção e ainda oferece a mais alta potência por litro entre todos os motores que equipam os modelos da marca: 150 cv por litro.

Ford lança nos Estados Unidos o Fusion Police Responder, primeiro carro de polícia híbrido da indústria


A Ford apresentou nos Estados Unidos o primeiro carro híbrido desenvolvido especialmente para perseguições policiais, o Fusion Police Responder. O modelo faz parte do plano da marca de ser líder global em veículos elétricos, mantendo ao mesmo tempo a sua posição como principal fornecedora de carros para a polícia nos EUA, com 63% do mercado.

Apresentado nas cidades de Los Angeles e Nova York, o Fusion Híbrido Police Responder tem como principais vantagens à redução de emissões e a economia de combustível. Com consumo equivalente a 16 km, ele é duas vezes mais econômico que o modelo usado atualmente pela polícia, o Police Interceptor 3.7 V6.

Com o carro em ponto morto, a bateria de íons de lítio ajuda a fornecer a alta carga elétrica consumida pelos equipamentos usados na atividade policial, reduzindo o consumo de combustível.
Primeiro sedã híbrido certificado para perseguições policiais, o veículo tem capacidade de rodar por períodos longos em diferentes velocidades e de transpor obstáculos como guias e alagamentos. Ele é equipado com um motor 2.0 de ciclo Atkinson a gasolina e um motor elétrico com bateria avançada de íons de lítio, calibrado para acelerar até 96 km/h no modo elétrico. Quando necessário, ele muda automaticamente para o modo de desempenho máximo, com o motor e a bateria trabalhando no pico de aceleração.

Futuros lançamentos

O novo Fusion Police Responder faz parte da meta da Ford de lançar 13 novos veículos elétricos nos próximos cinco anos, com um investimento de R$4,5 bilhões para oferecer mais autonomia, desempenho e economia aos consumidores. Está integrado também ao plano da Ford de expandir sua atuação como empresa de automóveis e de mobilidade, incluindo a liderança em veículos elétricos e autônomos.

“Eletrificar nossa nova geração de veículos é uma parte central do nosso compromisso inabalável com a sustentabilidade”, diz Joe Hinrichs, presidente da Ford nas Américas. “Como líderes em veículos elétricos, temos o compromisso de entregar carros, picapes e utilitários esportivos que sejam os melhores não só para os consumidores, mas também para o meio ambiente e a sociedade.”

Os futuros lançamentos da Ford nessa área incluem: um novo carro híbrido de polícia, um SUV compacto totalmente elétrico (2020), um carro autônomo híbrido para uso comercial e compartilhado (2021), uma picape F-150 híbrida (2020), um Mustang híbrido (2020) e uma van Transit Custom híbrida “plug-in” (2019).

Chery lança New QQ flex


Neste mês, a Chery Brasil passa a comercializar o novo modelo, o New QQ, com motorização flex. As versões Look e ACT continuam sendo comercializadas, porém com novos valores, a partir de R$ 29.990 e R$ 31.490, respectivamente, também como a opção de alimentação bicombustível. A empresa também anuncia uma nova versão para o New QQ, batizada de Smile, a partir de 25.990, disponível em todas as concessionárias do país.

“Apresentamos ao mercado o New QQ com nova motorização e com mais uma versão à disposição de nossos consumidores, mas mantendo o título do ‘carro mais barato do Brasil’, com duas opções abaixo dos R$ 30 mil”, declara Luis Curi, Vice-presidente Executivo da Chery Brasil.

As versões Look e ACT mantêm a mesma lista de equipamentos – com direção hidráulica, ar-condicionado, vidros dianteiros elétricos, rádio AM/FM com entrada USB, travamento automático das portas, rodas de liga leve de 14’, quatro alto falantes, chave com comando remoto (central lock), entre outros itens –, sendo que o ACT é equipado com acessórios extras, como luzes diurnas de segurança (DRL), sensor de estacionamento, vidros elétricos traseiros e retrovisores com ajuste elétrico.

Como nova versão de entrada, o New QQ Smile, vem equipado com vidros elétricos dianteiros, rádio AM/FM com entrada USB, computador de bordo e abertura automática do porta-malas.
Todas as informações sobre a promoção de lançamento do New QQ flex estão disponíveis para consulta no site www.cherybrasil.com.br, onde o cliente tem a oportunidade de conhecer mais detalhes das versões disponíveis, além de agendar um test-drive ou solicitar um orçamento.

“O New QQ flex chega ao mercado com boas notícias, desbancando seus concorrentes nos quesitos eficiência, emissão, índice de reparabilidade e custo do seguro. São fatores que contam positivamente no momento de decisão de compra por parte do consumidor, cada dia mais consciente e responsável, financeira, social e ambientalmente”, comenta Curi.
Além da novidade da versão Smile, a Chery Brasil ainda oferece condições especiais para os consumidores que adquirirem o New QQ flex até 30 de junho.

“Serão oferecidas duas primeiras revisões gratuitas por conta da Chery. É mais um fator que complementa a lista de custo benefício do nosso modelo de entrada”, finaliza Curi.

Novo Range Rover Velar faz estreia nos Estados Unidos com apresentação da cantora Ellie Goulding


O novo Range Rover Velar fez estreia nos Estados Unidos com apresentação exclusiva da cantora pop Ellie Goulding. O show da estrela britânica aconteceu no East Side House Settlement, em um evento que antecedeu a chegada do tão esperado SUV ao Salão do Automóvel de Nova York.

Goulding trouxe um toque de glamour britânico para a festa de lançamento do Velar nos Estados Unidos, quando chegou em Manhattan, conhecida como a metrópole do Range Rover, para ser a primeira pessoa a dirigir o novo Velar e a cantar para uma audiência global online.

Projetado para preencher o espaço entre o Range Rover Evoque e o Range Rover Sport, o Velar traz glamour, modernidade e elegância para a família Range Rover. Um veículo que carrega emoção em seu DNA e uma inquestionável ascendência para completar a família.

O Velar é lançado com uma série de tecnologias para os passageiros, trabalhando para criar um “mordomo” com a tecnologia embutida. No seu coração está um sistema de infoentretenimento inovador, chamado Touch Pro Duo. Conhecido como “Blade” por engenheiros de desenvolvimento por causa de seu perfil esbelto e interfaces limpas, ele torna a experiência de tecnologia no carro mais clara, rápida e agradável – aprimorando cada viagem.

Mercedes-Benz lança programa de revisão declarada para família GLC


A Mercedes-Benz oferece, a partir desse mês, preços fixos nas revisões dos modelos GLC com motorização 250. Com início em 2014, o programa de revisão declarada foi inicialmente aplicado aos modelos de maior volume da marca (Classe A, Classe B, Classe C, CLA e GLA), oferecendo aos clientes mais previsibilidade em relação aos custos de manutenção dos automóveis.

Já em vigor em todo o Brasil, o programa surgiu como uma maneira de fidelizar novos clientes proporcionando ainda mais exclusividade e conveniência na utilização dos serviços de pós-venda. A proposta consiste em fixar valores para as revisões até 5 anos (ou dos 10 aos 50 mil quilômetros) previstas no manual do proprietário, que devem ser realizadas nos concessionários credenciados Mercedes-Benz.

A marca oferece, ainda, um contrato de manutenção possibilitando que o cliente adquira até cinco revisões (ou 50 mil quilômetros) no momento da compra do automóvel. Esse valor pode ser parcelado em até 12 vezes e, inclusive, financiado junto com o veículo no momento da compra.
Confira abaixo os valores* de revisão declarada para a família GLC:

10.000 Km = R$ 1.100,00
20.000 Km = R$ 1.910,00
30.000 Km = R$ 1.100,00
40.000 Km = R$ 1.910,00
50.000 Km = R$ 1.100,00