07

JAN

BMW lançará nova série 5 no Salão Internacional de Detroit

O Salão Internacional do Automóvel de Detroit será palco, entre os dias 8 e 22 de janeiro de 2017, da estreia internacional do novo sedã BMW Série 5 e do conceito do BMW X2, para o mercado dos EUA. Simultaneamente, serão apresentados pelo BMW Group o novo modelo híbrido plug-in BMW 530e iPerformance, o esportivo BMW M550i xDrive, o luxuoso BMW Série 6, além dos novos serviços do sistema BMW ConnectedDrive.

Com chegada aos mercados globais prevista a partir de 5 de fevereiro de 2017, a sétima geração do sedã BMW Série 5 é mais esportiva, elegante e estilosa. No Brasil, o modelo chega ainda no primeiro semestre do próximo ano. Dinâmica de condução novamente aprimorada, alto nível de sistemas de assistência, alto grau de integração em rede e um novo sistema de controle inovador são os principais atributos do novo sedã. Por esta razão, o modelo traz mais equipamentos para dar continuidade ao êxito sem igual alcançado por seus predecessores: as primeiras seis gerações do BMW Série 5 atingiram, ao todo, 7,9 milhões de unidades vendidas.

“A sétima geração do BMW Série 5 mostra o caminho para o futuro, de acordo com a nossa estratégia. A liderança tecnológica, produtos altamente emocionais e a digitalização são fatores determinantes para as próximas décadas. Com a expansão da oferta do nosso portfólio de automóveis grandes, atendemos o desejo de muitos consumidores. Não tenho dúvidas de que o novo BMW Série 5 não apenas estabelecerá novas referências tecnológicas como também revelará seu forte apelo emocional, mas ainda assim representa a síntese de um sedã executivo”, ressalta Harald Krüger, presidente do Conselho Administrativo da BMW AG.

Em março de 2017, logo após o lançamento da nova geração do BMW Série 5, a variante híbrida plug-in passará a fazer parte da família do sedã executivo mais bem-sucedido do mundo. O BMW 530e iPerformance é um sedã esportivo que satisfaz uma experiência de condução altamente dinâmica, aliada à possibilidade de guiar em modo exclusivamente elétrico e com emissão zero. Quando ativado o motor a combustão, o consumo de combustível é de 52,6 km/l e as emissões de CO2 equivalem a 44 g/km.