BMW M6 GTLM Art Car conquista oitavo lugar nas 24h de Daytona

O 19º BMW Art Car da história da marca foi posto à prova nas 24 Horas de Daytona. Com o BMW M6 #9 desenhado pelo artista americano John Baldessari, os pilotos Bill Auberlen (USA), Alexander Sims (GBR), Augusto Farfus (BRA) e Bruno Spengler (CAN) conquistaram o oitavo lugar após 652 voltas em um circuito com condições difíceis e chuva pesada.

“Foi uma oportunidade única de escrever o meu nome na história do BMW Art Car. As pessoas podem ver o meu nome no BMW M6 GTLM Art Car em 50 ou até 100 anos. Isso é algo que vai viver comigo para sempre. Do ponto de vista esportivo, claramente não era nosso dia. A equipe fez um trabalho fantástico, o conjunto foi perfeito, os pitstops foram excelentes, todos os meus companheiros de equipe dirigiram soberbamente. Infelizmente, quando você não tem sorte, você não tem sorte”, finaliza o piloto brasileiro Augusto Farfus.

Chrysler Portal é considerada a próxima geração do veículo familiar

Há mais de 20 tecnologias disponíveis projetadas para acoplar, informar e conectar o motorista e os passageiros. O conceito Chrysler Portal oferece uma experiência de uso adaptável e atualizável que antecipa as necessidades das pessoas e pode evoluir com mudanças de estilo de vida e avanços tecnológicos. Os sistemas de informação e entretenimento, sensores e software foram projetados para fornecer uma experiência de usuário perfeita.

Reconhecimento facial ou por biometria de voz, capazes de personalizar configurações individuais ou familiares, de modo a proporcionar uma experiência única com base em recursos preferenciais, como iluminação externa e interna, música favorita, configurações de áudio aprimoradas e destinos preferidos.
Haverá também Integração total ao veículo de dispositivos pessoais, como smartphones, tablets e câmeras.

Já o compartilhamento da comunidade do veículo permite que os ocupantes compartilhem música, imagens, vídeos e muito mais.
Projetado de dentro para fora, o interior do conceito Chrysler Portal oferece ao motorista e passageiro um “terceiro espaço” – uma atmosfera aberta e serena que proporciona um ambiente alternativo entre trabalho e casa. De desenho afilado, os bancos são individuais para todos os ocupantes e se dobram e deslizam para a frente e para trás em um sistema de trilhos para máxima flexibilidade – por toda a extensão do veículo, permitindo até a sua remoção.

O Chrysler Portal explora a possibilidade do que um veículo de transporte da família poderia ser para a geração millennial enquanto seus estilos de vida mudam. A flexibilidade, adaptabilidade e os recursos de tecnologia também o tornam ideal para negócios e aplicações comerciais, tais como transporte de passageiros, compartilhamento de automóveis e serviços de entrega.

Troller abre a temporada de Rali

A Troller anunciou que será a patrocinadadora oficial da 23ª edição do Transparaná, um dos ralis mais tradicionais do País. Em parceria com seu distribuidor Troller Trilha Eurocar, a marca off-road estará nesta prova de resistência que terá a largada na cidade de Apucarana, no Paraná, no dia 8 de fevereiro, com chegada em Curitiba, capital paranaense, no dia 11.

No Transparaná, a Troller contará com uma estrutura exclusiva para atender as duplas que competem com o utilitário da marca. Por ser um rali bastante complexo, os participantes terão a disponibilidade de peças de reposição para troca imediata, além de mecânicos e apoio em caso de necessidade. No final do evento, todos os pilotos competidores também poderão agendar uma inspeção gratuita em seus veículos T4.
Realizado desde 1994, teve como primeira prova um circuito de Londrina até o litoral paranaense, contando na época com 88 veículos e a participação de Wilson Fittipaldi.

Renault apresenta dois novos veículos utilitários elétricos em estreia mundial

A Renault apresenta duas estreias mundiais e amplia sua gama de veículos utilitários elétricos, oferecendo uma gama única no mundo, com quatro veículos. A Renault continua a desenvolver novos serviços conectados e fortalecer sua rede especializada.

“A Renault Pro+ é líder em veículos utilitários elétricos na Europa. Com o Novo Kangoo Z.E. e Master Z.E., a Renault Pro+ oferece a cada dia mais opções sob medida para melhor responder às necessidades de nossos clientes profissionais, além de aumentar a oferta de serviços conectados. Temos certeza que nossos veículos utilitários elétricos e serviços conectados ajudam nossos clientes a desenvolver sua atividade profissional”, relatou o diretor de divisão de veículos utilitários, Ashwani Gupta.

Com forte posição no mercado de veículos utilitários na Europa e bases sólidas na América Latina e África, a Renault mantém suas ambições mundiais, oferecendo uma gama de produtos a cada dia maior, para responder às diferentes necessidades dos clientes profissionais. A Renault continua a oferecer serviços especialmente dedicados aos clientes de veículos utilitários, principalmente por meio de sua rede especializada de 650 centros no mundo, respondendo a padrões exigentes.

Range Rover Sport SVR realiza testes de aceleração em diversos tipos de terreno

Faça chuva ou faça Sol, o Range Rover Sport SVR oferece um desempenho assustador. Combinando a já consagrada capacidade em todos os tipos de terreno da Land Rover com um motor V8 de 550 cv e avançados sistemas de tração, o modelo oferece uma performance única em um mundo que não se restringe apenas às pistas de competição.

Desde que foi apresentado aos clientes em meados de 2015, o Range Rover Sport SVR mostrou toda a capacidade da então recém-criada Divisão de Veículos Especiais (SVO) da Jaguar Land Rover em produzir modelos capazes de tirar o fôlego de seus clientes e amantes das marcas. Desde seu lançamento em 2006, mais de 285 mil Range Rover Sport de todas as versões foram vendidos em mais de 170 países.
No caso do Range Rover Sport SVR, muitos clientes devem ter se encantado pelo veículo por conta de sua capacidade de acelerar da imobilidade aos 100 km/h em apenas 4.7 segundos, mas isso é apenas um exemplo dentro de uma série de características marcantes que o modelo possui.

Quando aquele asfalto liso, abrasivo que oferece a tração perfeita para o modelo não está disponível, a maioria dos veículos esportivos sofre com a falta de aderência, estabilidade e desempenho. Ocorre que nenhum desses esportivos tem o vasto conhecimento de condução em todos os terrenos que a Land Rover possui.

Jaguar Land Rover oferece uma nova realidade virtual nos veículos

A Jaguar Land Rover, maior fabricante de veículos do Reino Unido, está se tornando a pioneira em uma nova maneira de vender seus veículos ao redor do mundo: a realidade virtual.

Nos próximos dias, algumas concessionárias das marcas britânicas ao redor do mundo passarão a oferecer aos clientes o Virtual Reality Experience, ferramenta que mostra todos os detalhes dos novos modelos Jaguar e Land Rover aos clientes e interessados. O sistema é ideal para exibir veículos recém-lançados que ainda não chegaram às lojas.

A experiência em realidade virtual mergulha os clientes nos lançamentos da Jaguar Land Rover, mostrando cada detalhe, cada funcionalidade, o que se configura em uma maneira completamente nova de iteração com os automóveis no momento da compra.
Usando as mais recentes tecnologias digitais, os óculos de realidade virtual levarão os clientes em uma viagem “além do capô”, com a ajuda de animações convincentes para contar as histórias técnicas que tornam o veículo especial.
A ferramenta também permite ao cliente explorar o interior do veículo em 360 graus a partir de diferentes pontos de vista. Uma versão para tablets também está disponível aos clientes que quiserem obter mais detalhes sobre o veículo.

Audi apresenta novo A3 Sedan 1.4 Flex 2017

Um dos modelos de maior sucesso da Audi em todo mundo, o Audi A3 Sedan chega ao mercado brasileiro na versão 1.4 Flex com novo design de faróis, lanternas, grade e para-choques, tornando o carro ainda mais atraente.

O modelo passa a contar com volante e alavanca de seta semelhante à do A4, novos difusores de ar, console central com mudança nos botões de acesso ao sistema MMI (media music interface) e duas entradas USB, que dispensam o uso do cabo adaptador.
Na tela eletricamente rebatível de sete polegadas, a operação é baseada em smartphones. A peça central do terminal é o botão redondo giratório, cujo anel tem iluminação branca na versão superior. Acima e ao lado do controle rotativo estão alternadores e botões com os quais o motorista pode navegar na nova estrutura de menu. O controle de voz aprimorado para rádio, mídia e telefone agora também entende muitas frases da linguagem cotidiana.

Novas linhas de equipamentos

Embora quase nenhuma alteração foi realizada nas dimensões 4,24 metros de comprimento e distância entre eixos de 2,60 metros. O novo A3 tem visual mais esportivo e expressivo. A dianteira traz elementos que remetem ao “irmão maior” A4.
A traseira acentua a largura do novo A3 com o desenho das luzes horizontais iluminadas e a linha de separação acima do difusor redesenhado. Outra novidade é o desenho das rodas, que agora trazem cinco raios.

Rigidez, baixo peso, acústica, segurança e excelente aerodinâmica

A construção leve é um dos conceitos fundamentais do projeto do A3 Sedan, o que levou à utilização de uma ampla variedade de materiais combinados conforme as solicitações de cada parte do chassi, suspensão e carroceria.

Peças de aço de alta resistência, temperadas na própria matriz onde são moldadas, constituem 26% da carroceria do A3 Sedan. Elas são aquecidas até cerca de 1.000o C e, em seguida, resfriadas a aproximadamente 200o C, em uma prensa de estampagem refrigerada a água. Esse processo cria uma estrutura de ferro e carbono com excepcional resistência à tensão. Assim, as peças que utilizam esses aços de alta tecnologia podem ter paredes estreita e consequentemente, menor peso.

Componentes temperados nas matrizes são usados na transição entre a dianteira do carro e a célula de passageiros, nas colunas A, no arco do teto, túnel central, soleiras laterais e painéis do assoalho. As colunas B também são feitas de aço temperado na matriz. Suas seções inferiores são mais flexíveis que as mais altas, já que a energia de uma colisão lateral precisa ser absorvida nesta região. A Audi aplica aços de alta resistência em muitas outras áreas da carroceria, como nos elementos longitudinais e nas colunas C.

Novo Mini John Cooper Works Countryman chega com maior versatilidade e potência

A segunda geração do Mini Countryman é a maior e mais versátil em toda a gama de produtos da marca britânica. E isso também se aplica à unidade de potência do Mini John Cooper Works Countryman. Com 231 cv, é o motor mais potente que já foi montado em um Mini: combinado com o sistema de tração integral, o novo Mini John Cooper Works Countryman garante que a mais recente adição à família John Cooper Works leva a experiência Mini para um nível totalmente novo – tanto em uma pista, quanto na estrada com condução prazerosa sobre terrenos irregulares.

O novo Mini John Cooper Works Countryman alcança 0 a 100 km/h em 6,5 segundos. O novo modelo é 0,8 segundos mais rápido do que o Mini Cooper S Countryman ALL4. O excelente desempenho também se reflete em sua arrancada, agilidade em curva e frenagem. Essas qualidades são parte de um produto de um pacote global que foi compilado com base na excelência do John Cooper Works, incluindo não só o motor e o sistema de tração integral, mas também uma suspensão esportiva com rodas de liga leve de 18 polegadas John Cooper Works e sistema de freio Brembo, com características especiais da carroceria para aperfeiçoar as propriedades aerodinâmicas e gerenciamento de refrigeração a ar, com um cockpit personalizado com assentos esportivos John Cooper Works.

Ele é o sucessor do primeiro modelo de alto nível projetado para o segmento compacto equipado com o sistema de tração integral. O avanço do novo carro em relação ao seu antecessor se reflete não apenas em uma arrancada que foi aumentada em 13 cv e no projeto de eficiência do sistema ALL4, mas também em dimensões externas ampliadas com um aumento de espaço, versatilidade e funcionalidade. Com um acréscimo de 17 centímetros de comprimento e três centímetros de largura, juntamente com uma distância entre eixos ampliada em 7,5 centímetros, a disponibilidade de espaço nos cinco assentos foi significativamente aperfeiçoada.

O compartimento de bagagem foi ampliado para 450 litros e 1.390 litros com bancos rebatidos. Isso o torna um modelo esportivo com todas as qualidades para fornecer uma condução extremamente prazerosa e versatilidade excepcional, ou seja, na pista de corrida, fora de rodovias asfaltadas, em tráfego intenso ou distâncias mais longas.

Audi celebra 8 milhões de carros com a tecnologia Audi quattro

A tecnologia quattro estreou no mercado em 1980 e hoje está disponível em mais de 100 modelos e versões. A quattro all-wheel drive system é padrão no Audi Q7, no A4 allroad quattro, no A6 allroad quattro, no A8, no R8 e em todos os carros das linhas S e RS, além de estar disponível em outros modelos de série. Em 2015, 44% de todos os clientes da Audi no mundo escolheram veículos equipados com a tecnologia. O Audi Q5 está no topo da lista, com 262.000 unidades. Os modelos quattro geraram uma grande demanda, especialmente nos Estados Unidos, Canadá, Rússia e mercados do Oriente Médio. Na Alemanha, as vendas totalizaram 122.048 carros.

A Audi oferece a tração quattro em diferentes versões adaptadas a cada modelo. Para os compactos de série com motores montados transversalmente, uma embreagem com múltiplos discos com acionamento hidráulico, controlada eletronicamente, é montada no eixo traseiro. No carro esportivo R8 com motor central, a embreagem de múltiplos discos é localizada no eixo frontal. De acordo com a situação de condução encontrada, esses sistemas ativos distribuem o torque da transmissão variavelmente entre ambos os eixos.

O diferencial central autoblocante é usado em diversos modelos da Audi, com um motor frontal montado longitudinalmente – ele é um conjunto com engrenagem planetária puramente mecânico. Normalmente, ele divide o torque da transmissão enviado às rodas frontais e traseiras com uma distribuição de 40% na frente e por 60% atrás.

Há ainda o diferencial esportivo instalado no eixo traseiro dos modelos com motores mais potentes. Ele distribui, de modo ativo, o torque entre as rodas traseiras por meio de dois conjuntos de engrenagens sobrepostos, cada um com uma embreagem de discos múltiplos acionada eletro-hidraulicamente. Em casos extremos, quase todo torque é enviado a uma única roda. Na verdade, o sistema empurra o carro para dentro da curva, eliminando chances de understeer (subesterçamento).

Desenvolvimento mais recente: quattro com tecnologia ultra

A última fase de desenvolvimento da Audi é a unidade quattro com tecnologia ultra. É também projetada para modelos com motor posicionado longitudinalmente. Aqui, uma embreagem de múltiplos discos, controlada ativamente no final da transmissão, distribui variavelmente o torque entre os eixos de tração em uma operação do all-wheel drive. Um desacoplador no diferencial do eixo traseiro pode, adicionalmente, abrir a conexão às rodas traseiras. Ambas as embreagens ficam abertas durante o momento de condução quando o all-wheel drive não oferece nenhuma vantagem. Dessa forma, as peças do sistema de transmissão traseiro responsável pelo arrasto não são acionadas. A unidade de controle do sistema usa uma infinidade de dados a fim de produzir um modelo do estado do veículo, antecipando a atuação do sistema de tração integral em aproximadamente um segundo. Caso o sistema detecte, por exemplo, que a roda interna à curva está prestes a perder aderência, alterna para o all-wheel drive. Como resultado, o all-wheel drive está sempre pronto quando for necessário. Esse novo conceito aumenta consideravelmente a eficiência sem diminuir a tração ou a dinâmica de condução.

Uma história de sucesso: a tecnologia quattro

A Audi alcançou um marco na história da indústria automobilística com a tração permanente nas quatro rodas. Em 1980, nenhum outro fabricante ofereceria um veículo de alto desempenho e um all-wheel drive leve com produção em grandes quantidades. A tecnologia estreou em 1980 no Ur-quattro no Salão Internacional do Automóvel de Genebra. Em 1986, a Audi substituiu o diferencial central com bloqueio manual da primeira geração pelo diferencial Torsen (Torque sensitive; sensível a torque), que podia distribuir o torque da transmissão variavelmente entre o eixo dianteiro e o traseiro. Em seguida, em 2005, veio a unidade planetária com sua distribuição de força e torque assimétrica e dinâmica. O diferencial central autoblocante é continuamente melhorado pela Audi e é considerado um ponto de referência de dinâmicas de tração e transmissão, combinado com um peso muito leve.

A Audi também celebrou muitos triunfos no automobilismo com a tecnologia quattro. A lista até agora inclui quatro títulos no Campeonato Mundial de Rally, seis vitórias na corrida Pikes Peak Hill Climb nos Estados Unidos, uma vitória da série TransAm, também nos Estados Unidos, dois títulos DTM (Campeonato alemão de turismo), 11 campeonatos da Super Touring Car e um campeonato mundial da Touring Car. A mais recente vitória da tecnologia quattro: no final de novembro, Mattias Ekström e sua equipe de rallycross particular EKS conquistaram os títulos Driver World Champion e Team World Champion com o Audi S1 EKS RX quattro no Campeonato Mundial de Rallycross da FIA.

Fiesta WRC ganha o Histórico Rali de Monte Carlo com duplo pódio da Ford

A Ford e a M-Sport fizeram história neste fim de semana com a vitória de Sébastien Ogier e Julien Ingrassia no lendário Rali de Monte Carlo, primeira prova da temporada 2017 do campeonato mundial da FIA – Federação Internacional de Automobilismo. O Fiesta WRC com motor EcoBoost, além de vencer na estreia da nova versão do carro de competição, ficou também com a terceira colocação.

O novo Ford Fiesta WRC provou ter excelente potencial, dando à equipe um veículo muito competitivo no mundial. Todos os três Fiesta WRC venceram etapas da prova. A dupla Ott Tänak e Martin Järveoja ficou em terceiro lugar e também subiu ao pódio, acumulando pontos para a marca no campeonato.

“Ainda há trabalho a fazer, mas este é um começo muito bom. A equipe está mais motivada do que nunca para continuar a temporada com o sabor do pódio”, disse Sébastien Ogier, piloto da equipe Ford M-Sport.
O Rali de Monte Carlo é conhecido como um dos eventos mais imprevisíveis da temporada. Devido às frequentes mudanças nas condições do tempo, as equipes muitas vezes têm de enfrentar pista seca, molhada, com gelo e neve no mesmo dia. Por isso, vencer na etapa é visto como um feito de grande peso e respeito.

Novo carro

Com projeto totalmente novo, seguindo as regulamentações técnicas introduzidas pela FIA, o Fiesta WRC compartilha a mesma plataforma do carro compacto mais vendido da Europa. Além de carroceria aerodinâmica, marcada pela grande asa traseira, tem motor 1.6 EcoBoost especial de 385 cv e caixa de câmbio sequencial de seis marchas com atuador hidráulico. Tem também suspensão totalmente ajustável, freio com discos ventilados e quatro pistões e um sistema completo de aquisição de dados do chassi e do motor para diagnóstico e desenvolvimento durante as provas.