21

DEZ

Discovery Sport e Range Rover Evoque com motor ingenium diesel já são produzidos em Itatiaia

A Land Rover passa a produzir em sua fábrica em Itatiaia/RJ o Discovery Sport e Range Rover Evoque equipados com o novo motor Ingenium Diesel de 2.0 litros, quatro cilindros, 180 cv de potência e 430 Nm de torque. O propulsor substitui o 2.2 litros SD4 que equipava os modelos anteriormente.
Totalmente desenvolvido pela Jaguar Land Rover, o novo motor traz alta tecnologia embacada, com foco total na otimização do consumo de combustível e consequente redução dos níveis de emissões e também aumento da autonomia do veículo. Sua estrutura totalmente em alumínio torna o propulsor 20 kg mais leve que o seu antecessor.

Novas tecnologias como o uso de rolamentos e balanceadores nos eixos no lugar das antigas superfícies usinadas em rolamento permitem índices mínimos de fricção. Bombas de óleo controladas por computador otimizam o consumo de energia e fornecem a quantidade ideal de óleo em todas as velocidades, rotações e temperaturas.

O propulsor também usa bombas de água variáveis e computadorizadas, que ajustam a quantidade de forma a refrigerar o motor somente com o necessário, controlando a água que flui por ele com base na temperatura, velocidade e características de condução.
Os motores 2.0 Ingenium diesel também são equipados com eficientes turbocompressores, injeção direta de combustível em alta pressão, comando de válvulas variável e sistema Stop-Start para maior economia de combustível.

O novo motor Ingenium diesel foi desenvolvido para oferecer força suficiente para ambos os veículos superarem com conforto os mais desafiadores obstáculos fora de estrada, além de transmitir segurança em situações de retomada de velocidade, como em ultrapassagens.
O bom desempenho aliado à economia de combustível são possíveis também por conta do sistema de transmissão ZF-9HP com nove marchas que equipa os dois modelos. Nele, as marchas mais baixas tiveram a relação encurtada para proporcionar mais torque e, com isso, mais agilidade nas retomadas e também mais robustez no tráfego fora de estrada.