08

DEZ

Câmbio manual ou automático, qual escolher?

Câmbio manual ou automático, qual escolher na hora de comprar um carro? Ambos têm vantagens e desvantagens, portanto, antes de tomar qualquer decisão é importante se familiarizar com os benefícios associados com os dois tipos diferentes de câmbios, por isso a Dirigindo Bem faz uma comparação de várias características, como custo, eficiência, manutenção, conforto e habilidade de condução para ajudar na decisão da compra.

Câmbio manual – Carros com esta transmissão permitem ao motorista mudar as engrenagens de acordo com as necessidades de condução e há um pedal de embreagem usado para mudar a velocidade. Basicamente, existe a placa de embreagem sólida e o mecanismo de pressão.

Prós:

– Proporciona mais controle, uma vez que permite analisar a estrada e mudar as engrenagens em conformidade, tornando assim mais fácil desacelerar e / ou parar;

– Exige menos manutenção porque apresenta design simples, no entanto, dependendo de como se dirige, será necessário reparar ou substituir a embreagem em algum momento;

– A maioria gasta menos combustível.

Contras:

– Ao dirigir o carro com câmbio manual, é preciso tirar uma mão do volante para mudar de marcha e há um pedal extra para lidar com ele;

– O condutor que constantemente trabalha a embreagem de um câmbio manual pode ficar “desconfortável”, especialmente ao dirigir por várias horas no trânsito congestionado, o que pode levar a dor nos músculos e articulações.

Câmbio Automático – Neste mecanismo as trocas de marchas acontecem automaticamente, dependendo da velocidade do veículo e do motor. Nos carros com câmbio automático não há pedal de embreagem que desliga a transmissão do motor. Em vez disso, usa-se um dispositivo chamado de conversor de torque.

Prós

– Veículos automáticos são mais fáceis de usar, porque a transmissão faz a mudança de marcha pelo motorista;

– É possível manter as duas mãos no volante, o que aumenta a segurança de condução do veículo, especialmente para o novo motorista;

– Conduzir um carro automático tende a ser confortável uma vez que existem apenas dois pedais para trabalhar e o motorista não precisa se concentrar em mudar as marchas.

Contras:

– Custam mais caro no ato da compra e exigem mais manutenção devido ao sistema de tecnologia, de modo que muitas vezes o serviço também tem um custo maior;

– Com um veículo automático, é preciso confiar no conversor de torque para trocar as marchas, além de consumir mais combustível. Porém, os automáticos avançados possuem engrenagens adicionais, com intuito de economizar combustível;

– Alguns críticos também argumentam que aprender a dirigir em um carro automático torna a pessoa menos consciente do seu entorno.