26

NOV

Volkswagen apresenta inédita versão Track para o up! com visual robusto

A Volkswagen apresenta no Salão Internacional do Automóvel de São Paulo o up! Track, uma nova opção para o consumidor de espírito jovem que busca um modelo acessível, com visual aventureiro que realça sua robustez e com extensa lista de equipamentos de série.

O up! Track é equipado com o consagrado motor 1.0l de 3 cilindros Total Flex, da família EA211, de até 82 cv com etanol. O motor está combinado ao câmbio manual de cinco marchas.
Visual ressalta robustez.

Track traz um visual incrementado por detalhes como emblemas alusivos à versão nas laterais das portas traseiras; apliques sob os para-choques dianteiro e traseiro em chrome effect; seções centrais dos para-choques dianteiro e traseiro na cor preta; moldura nas caixas de rodas e nas laterais; capas de espelhos retrovisores em preto Ninja e maçanetas das portas em preto fosco. Os faróis têm máscara escurecida. As calotas de 14″ (pneus 175/70 R14) têm desenho “Bristol”.

O interior traz ambientação escura (teto, coluna, para-sóis e retrovisor), o que confere ao modelo aspecto mais esportivo. O up! oferece em todas as suas versões fixação do tipo “ISOFIX” (com “top tether”) para cadeirinhas infantis.
A lista de itens de série do up! Track inclui ar-condicionado, direção com assistência elétrica, vidros dianteiros elétricos, volante com ajuste de altura, regulagem elétrica dos retrovisores externos, sistema “keyless” de abertura e travamento das portas por controle remoto, sistema “s.a.v.e.” de ajuste variável de espaço no porta-malas e sistema de som (com rádio, conexão por Bluetooth, leitor de CD e arquivos MP3 e entradas USB, Aux-in e iPod).

Trata-se do motor mais moderno da categoria, com bloco e cabeçote feitos de alumínio, o que colabora para reduzir o peso do conjunto. Com quatro válvulas por cilindro, sendo duas para admissão e duas para escape, o cabeçote tem comando de admissão variável – a variação é contínua, o que reduz consumo de combustível e emissões e melhora sensivelmente a resposta do motor em baixos regimes de rotação.