Scooter Dafra Fiddle III estreia com estilo retrô

Com estilo retrô e inspirado na tradição dos scooters europeus, a Dafra estreia o novo Fiddle III no mercado brasileiro. Apresentado na última edição do Salão Duas Rodas, o é mais um fruto da parceria da montadora brasileira com a taiwanesa SYM e está disponível nas concessionárias por R$ 11.390.

Com linhas arredondadas, farol único no guidão e roupagem em dois tons, o Fiddle III remete aos clássicos scooters dos anos de 1960. Traz molduras em volta do farol e da lanterna e retrovisores cromados para completar o visual “vintage”. Apesar da moda retrô, o modelo também conta com toques de modernidade, como o sistema de iluminação diurna com LEDs (DRL) ao redor das setas e uma entrada USB no porta-objetos frontal.

O modelo utiliza um sistema de alimentação, por carburador, que alimenta o motor monocilíndrico de 124,6 cc. São 10,4 cv e 0,87 kgfm de torque. Como todo scooter, o câmbio é CVT (sem marchas). O tanque de combustível tem capacidade para 6,2 litros. Na Europa, onde já é vendido, o consumo anunciado é de 38 km/litro.

As rodas do novo Fiddle III são de liga leve de 12 polegadas. As suspensões são garfo telescópico com 80 mm na dianteira e sistema bichoque com 75 mm na traseira. Já os freios contam com discos nas duas rodas e um sistema combinado, chamado pela Dafra de FH-CBS (Full Hidraulic Combined Brake System).
Em relação aos itens de praticidade, além do porta-objetos com USB e trava, o scooter traz escudo frontal com gancho para levar sacolas. Há também um compartimento com capacidade para 20 litros sob o banco. Descanso lateral e cavalete central são itens de série.

O painel é formado por velocímetro e marcador de combustível analógico. Há luzes de advertência e um pequeno relógio digital.

Quando começou a indústria automobilística no Brasil?

A indústria automobilística no Brasil começou em abril de 1953, em São Paulo, no bairro do Ipiranga, onde a alemã Volkswagen já iniciava a produção de seus primeiros veículos em solo canarinho, e ao mesmo tempo, inaugurava uma fábrica em São Bernardo do Campo, para expandir-se no mercado nacional.

Pouco depois que a montadora alemã se instalou no Brasil, a Mercedes-Benz e a Willys Overland também se instalaram com destaque para a Willys, que já em 1954 produzia a primeira versão do famoso Jeep, hoje um dos grandes carros pelo mundo.

Todas essas três montadoras se instalaram na região do ABC paulista, e a política para a chegada das empresas era parecida com a atual, já que as empresas eram atraídas pelo baixo custo, impostos baixos e incentivos fiscais, já que a política de Juscelino tinha como o objetivo o avanço para o país, mudando inclusive a capital para Brasília.

Se por um lado o incentivo era essencial para as empresas, por outro era ruim na mão de obra, já que na época a mão de obra especializada não existia em grande número, o que fez com que muitos seguissem o chão de fábrica até ocupar novas posições.

A produção da Kombi começou em 1957, e a da Fusca veio somente em 1959, sendo que em 1964, o país se tornou o nono produtor mundial, já que na época a produção chegou a 183.721 unidades, porém esse número caiu devido às dificuldades do mercado.

Reportagem: Ulisses Carvalho

Peugeout lançará Picape na Argentina

A Peugeout anunciou que lançará e irá produzir uma Picape, com objetivo de atender o mercado argentino, já que a empresa francesa possui grande aderência ao mercado do país.

A marca está tentando retornar ao passado, quando já produziu o Peugeout 504, e agora tenta retornar com este lançamento, lembrando que a aposta é para o mercado argentino e os outros países vizinhos, apesar do Brasil registrar um crescimento na compra de picapes, já que houve crescimento de 4,5%.

A nova Picape terá capacidade para 1 tonelada de carga, e a sua produção será é inspirada no Fiat Toro, lembrando que as picapes da Peugeout não possuem um histórico muito bom, como a Hoggar, que desenvolvida no Brasil chegou as lojas em 2010, mas falhou no quesito de conquistar os clientes brasileiros.

Reportagem: Ulisses Carvalho

A BMW inova com a série 7

A BMW mostra sua inovação com a série 7, lançada em maio de 2016 no Brasil, e com um preço de 709 mil reais, o carro apresenta novidades como um motor V8 de 4.4 litros, que rende 450 cavalos de potência e 650 nm de torque máximo.

Os bancos traseiros do veículo são equipados com o objetivo de deixar a pessoa com uma sensação muito agradável dentro do carro, já que eles possuem um aparelho para massagem, e as inovações não param por aí, já que a BMW também monitora o rosto do motorista, e caso ele fique sonolento com a mão no volante, há um alerta para ele pare e faça quem sabe o motorista se conscientizar que este não é o momento certo para dirigir ou quem sabe tomar uma xícara de café.

A chave de ignição do veículo possui um formato de um mini-iPad, com informações de quantos quilômetros o seu veículo pode rodar, podendo ligar também o ar-condicionado. Mas a melhor parte é que você não precisa mais estacionar o carro, isso mesmo, você pode sair do veículo e dizer para estacionar por conta própria.

Reportagem: Ulisses Carvalho

Novo Toyota CH-R, deverá ser comercializado em Setembro

O novo Toyota CH-R, deverá começar a ser comercializado na Europa no mês de setembro, e a novidade não para por aí, já que seus traços de cores são azul e preto, mas esse acabamento ou melhor, essa combinação de cores do veículo será opcional, já que o acabamento poderá além do clássico estilo do carro, que é o preto e azul, poderá ser cinza escuro, marrom ou preto, isso na Europa e dependendo do que o cliente se interessar.

Esse novo modelo já é reconhecido em todo mundo desde o ano passado, quando foi apresentado no salão de Genebra, na Suíça, mas as vendas só serão iniciadas em setembro.

Como novidade, o modelo irá apresentar um display digital com computador abordo destaque também para os bancos que serão de couro, juntamente com as portas, e os detalhes do veículo apresentados formas cromadas.

Há também partes essenciais de segurança, ar-condicionado digital de duas zonas, uma central de multimídia sensível ao toque de oito polegadas, sendo possível ampliar a conectividade com celular e acessar sistemas de GPS.

Você pode deixar na posição de piloto automático, o motor é 1.8, o veículo possui 4,36 metros de comprimento, também vem com frenagem automática, com detecção de pedestres e gasolina a propulsor elétrico para uma potência de 123 cv.

Reportagem: Ulisses Carvalho

Novo Citroen C3 Cactus é revlado por site francês

Mais um lançamento foi revelado por um site, dessa vez um site francês revelou as fotos do novo lançamento da Citroen, trata-se do C3 Cactus, que será apresentado nesta quarta-feira, 29, no Brasil.

Será a terceira geração do compacto francês, lembrando que a empresa atua no mercado brasileiro desde 2004, e seu modelo de maior sucesso no país é o Citroen.

O novo veículo além do belo design, terá suas laterais com apliques emborrachados, protegendo as portas de impactos leves arranhões, além de tela sensível ao toque, com 7 polegadas, navegador GPS e reconhecimento de voz.

Reportagem: Ulisses Carvalho

Veja como é o novo conceito de cinema da Belas Artes

Você já se imaginou assistindo um filme sentado na poltrona de um carro? Pois essa é a novidade que a Caixa Belas Artes abre para você, que poderá assistir a filmes sentados nas poltronas de carros antigos, como Dodge, Impala e Cadillac.

A Caixa Belas Artes abriu essa nova ideia no dia 17 de junho, e o espaço possui decoração antiga de carros clássicos com destaque para seus faróis, e atrás de cada poltrona, consta o modelo e o ano, além de fugir do tradicional cardápio de um cinema, já que você pode efetuar pedidos como cachorro-quente e hambúrguer.

Os preços para você visitar e assistir um filme é R$ 20, com destaque para quem é estudante, que paga meia, R$ 10.

Reportagem: Ulisses Carvalho

Conheça o novo Renault Alaskan

A nova picape da Renault, conhecida como Alaskan, será apresentada na América do Sul, mais precisamente na Colômbia, na cidade de Medélin, e as suas vendas devem iniciar na América do Sul e na Europa somente em 2017.

O novo modelo é 2.3, com 165 cv aplicada na máster, será produzida na Europa na cidade de Barcelona, e na América do Sul, a produção ficará responsável na Argentina e essa será a primeira picape média produzida pela Renault.

Além da Alaskan, a Renault confirmou também o lançamento do Mégane Sedan na Europa, que será a versão de três volumes da quarta geração do Mégane Hatch, lançado no ano passado no salão de Frankfurt, na Alemanha.

Reportagem: Ulisses Carvalho

Novo Sportage estreia em Junho

Em setembro do ano passado ele foi lançado em um salão de Frankfurt na Alemanha, e a novidade é que em junho chegará ao Brasil o novo Kia Sportage, com o objetivo de concorrer com o Tucson, seu preço varia entre 103 e 122 mil, e seu primeiro lote está disponível para encomendas em concessionárias.

O destaco para o novo carro fica quanto ao espaço, já que a parte do banco traseiro possui bastante espaço para o conforto dos passageiros, com o banco reclinável, inclusive para aumentar o espaço do porta malas, que de 491 litros passa para 503 litros, com a poltrona reclinável.

Os bancos traseiros possuem ajustes de inclinação, há um novo acabamento interno no veículo, e como destaque, existe um sistema para recargas de celulares sem fio e os faróis principais que são de led.
Outras características do Sportage é o destaque para o freio do veículo, já que possui sensores de segurança quando detectar carros ou pedestres e até mudança involuntária de faixa.

Reportagem: Ulisses Carvalho

Toyota é mais Vendida

A Toyota é a que fabrica o maior número de veículos por dia, 13 mil, e também a marca mais adquirida do planeta, já que segundo monitoramento, a General Motors que liderou as vendas durante um período de 70 anos, perdeu o posto para a Toyota, que assumiu em 2008, e desde então ninguém superá-la.

Em 2015, a porcentagem nas vendas caiu em 0,8%, mas mesmo diante dessa parte se manteve no posto e venceu a Volkswagen, que vendeu 9,53 milhões, já a Toyota, teve 10,15 milhões de unidades comercializadas e mesmo com a Volkswagen liderando os seis primeiros meses o número de vendas, manteve o posto.

O número de vendas é computado também pelas marcas Lexus, Daihatsu e Hino, que juntam somaram este valor. Já a Volkswagen, não conseguiu ultrapassar este valor com suas 12 marcas.

Reportagem: Ulisses Carvalho